segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Monólogo ao pé do ouvido




Tempos como esse me faz cantar canções tristes. Acabo cantando-as baixinho ao pé do seu ouvido, como fosse uma canção de amor... mas eu já disse, é apenas uma canção triste.

Um comentário:

um dos alteregos de Raphael Vieira disse...

Bonito... Sentimental... Sensivel... Nos melhores sentidos que essas palavras possam ter... Eu sinto o mesmo, muitas vezes...